September 5, 2018

Pois é, para quem viveu o I Encontro com a gente em 2017, ficou aquele gostinho de quero mais, né!? E já que pedido por aqui é lei, em 2018 vamos de nos Encontrar de novo!

Agora, em sua 2ª edição, o evento será realizado em quatro dias (de 15 a 18 de Novembro), com uma programação que está de arrasar, meu povo! Traz aulas práticas, roda de conversa, um espetáculo, palestras, espaço para o participante e bailes (todas as noites!!!). Tudo pensado para que os integrantes desse evento tenham mais tempo para interagirem e consolidarem ideias, pensamentos e práticas corporais.


O Encontro Contemporâneo de Dança de Salão tem como meta facilitar encontros onde a dança de salão seja transmitida, discutida e realizada de maneira mais plural e igualitária, favorecendo a construção de corpos sensíveis, políticos e generosos, repensando padrões de comportamento e promovendo equidade de direitos e responsabilidades na dança. Para o ano de 2018 o tema é "Novos Caminhos" e toda...

May 14, 2018

(Colaboraram neste texto: Fernanda Conde, Kelly Poli e Tony Rubinho).

Entre os dias 27 e 29 de Abril de 2018 aconteceu o 1º Congresso de Dança de Salão Contemporânea (DSC) em Belo Horizonte, e depois de uma semana organizando tudo no corpo e no pensamento, contarei aqui pra vocês um resuminho do que foi estar lá, vivendo e respirando revoluções dançantes.

O evento teve como tema GÊNERO e DIVERSIDADE e reuniu pesquisadores de diversas partes do Brasil para debater, trocar, fortalecer e dançar as abordagens contemporâneas que estão surgindo nas Danças de Salão. Samuel Samways, bailarino e pesquisador de Dança de Salão Contemporânea com foco na Condução Mútua, foi o curador do congresso e só escolheu gente closeira para contribuir nesses dias intensos de transformações.

Foto: Gilberto Goulart

Que comecem os jogos, não, as danças, quer dizer, a revolução!

No primeiro dia (27) tivemos aula de Condução Compartilhada com a pesquisadora e professora Carolina Polezi (Campinas/SP). Carol trouxe exerc...

August 7, 2017

A palavra condução vem do Latim conductĭo,ōnis 'ato de conduzir,  levar, e tem como sinônimo  controle, liderança, comando, chefia e administração.

O ato de conduzir é um dos pilares da Dança de Salão, executado em sua maioria por homens fazendo com que a mulher tenha apenas o espaço de ser leve, calma, já que o homem fará o trabalho de decidir por que caminho, tempo, e espaço a dança seguirá. Tirando assim todo o sentido de dança a dois.

 Foto: André Castro

A Condução Compartilhada tem como propósito tirar este preceito, fazendo com que a figura de condutor e conduzido se alterne na dança.

“Nesse método, a mulher participa ativamente da composição e criação da dança, uma vez que ela também se torna condutora e propositora de movimentos. Consequentemente, a condução seria compartilhada entre homem e mulher de forma igual” [POLEZI,2016].

 Foto: André Castro

Partindo desse ponto temos uma dança mais leve e sensitiva, deixando o condutor livre para sentir, e o conduzido a também propor.

Fic...

August 1, 2017

Eutonia é uma terapia somática, criada a partir de um processo de autocura da alemã Gerda Alexander (1908 – 1994). A prática tem como objetivo despertar todo o conhecimento que já existe no corpo, através de estudos das movimentações e sensações geradas pelo toque.

 "A Eutonia é antes de tudo uma aprendizagem que nada tem a ver com o ensino cujos resultados são quantificados e passados igualmente para todos os corpos. (...) Não é também uma ginástica postural, ou um método por meio do qual se ensinam técnicas de movimentos ou respiratória. Na verdade, a prática pressupõe procedimentos que se fundamentam na experimentação e na pesquisa do próprio corpo, baseia-se na investigação e na experiência, e neste sentido é um método empírico."(DASCAL, 2008:54)

O autoconhecimento que a Eutonia desenvolve, quando usado na dança traz controle aos processos do corpo nos movimentos, deixa a troca de energias do contato leve e fluida.
A liquidez dos corpos se une tornando-os livres de estereótipos, e mo...

July 10, 2017

ATENÇÃO: Ao terminar a leitura deste post você vai desejar isso pra sua vida todinha.

1. Você não precisa de um par para arrasar na pista.

Só vai!

2. Você pode chamar quem quiser, e quantas pessoas quiser para dividir aquela música com você.

Tem coisa melhor que gritar "MINHA MÚSICA" prxzamigs e correr pro abraço, cantando e dançando juntinho de olho fechado?

3. A gente pode dançar qualquer coisa que nosso corpo tiver vontade.

tango no zouk, zouk no tango, o que der na telha, ou bater na porta, deixe entrar. 

4. E sim, você pode dançar a Dança de Salão tradicional.

O importante é fazer o que você sabe de melhor, ser você mesmx!

5. Vai conhecer novos diálogos corporais.

Uma dança a dois conectada e imparcial, livre de preconceitos e estereótipos.

6. Com que roupa que eu vou, pro samba que você me convidou?

Meu amô, o lacre é seu, vai como você quiser...

7. Vish, sai de casa correndo, e vim de chinelo.

Vai de chinela, sapatilha, saltinho, saltão, tênis, sandalinha, descalço, o importante é dançar...

Please reload

Posts Em Destaque

II Encontro Contemporâneo de Dança de Salão - "Vem seu lindo que tamo te esperando!"

September 5, 2018

1/2
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Please reload